Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Graforreia Intermitente

Opinadelas, Politiquices, Ordinarices, Música, Cinema, Lirismo, Contos e muito mais!

Graforreia Intermitente

Opinadelas, Politiquices, Ordinarices, Música, Cinema, Lirismo, Contos e muito mais!

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Opinadela: Porto, uma marca e Rui Moreira, um verdadeiro autarca

Ontem – 29 de setembro – a Câmara Municipal do Porto lançou a nova imagem da cidade. O Porto é agora uma marca cada vez mais emergente. “Porto. Ponto” foi a tradução gráfica deste desejo interpretado pelo designer Eduardo Aires.

É ponto assente, e afirmo-o a plenos pulmões, que Eu Amo o Porto! A minha cidade é-me muito querida. A minha cidade faz parte de mim. E é com orgulho que a vejo fazer escolhas inovadoras e sábias, percorrendo agora caminhos que parecem ter a glória invicta novamente no horizonte.

O grafismo que agora escorre por toda a cidade – outdoors e carruagens do metro são 2 exemplos –, e que se pode encontrar impresso em t-shirts, sacos e livros, traz um novo ânimo. Parabenizo quem idealizou esta imagem e este grafismo, pois acho que está muito bem conseguido. Aliás, vou já saber onde posso comprar uma t-shirt. Podem ver mais imagens na página de Facebook oficial de Rui Moreira.

Nota: o site da C.M., contudo, está confuso, na minha opinião.

 

 

 

Rui Moreira, o autarca que até há poucos meses me parecia exercer o cargo em passividade e em modo invisível, tem efetuado um trabalho extraordinário no que concerne à promoção da cidade e ao seu desenvolvimento. O que finalmente me despertou para a sua governação – palavra que nem sempre me parece adequada aos autarcas, mas pronto! – foram: o cumprimento da iniciativa MOVE Porto para o Metro; a competência em levar a Feira do Livro de volta aos Jardins do Palácio sob a tutela da C.M. com agradável êxito; a forma como tem agarrado – controlado – a SRU; e a sua proposta de alteração à lei das rendas para proteger os estabelecimentos históricos.

Por estas e por outras, estou cada vez mais convicto que os independentes qualificados são a melhor opção para a liderança das autarquias – e porque não da Nação?

Nota: Não apoiei nem votei em Rui Moreira.

 

4 comentários

Comentar post

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub